Tarot

 

 

Muito se poderia falar sobre o  Tarot desde suas supostas origens, como ele influenciou várias gerações e épocas e as muitas influências pelas quais passou pelas culturas que o utilizaram. Existem milhares de livros, sites e texto versando sobre este assunto. Mas o que eu realmente gostaria de colocar aqui é o que EU mesma percebi ao lidar com este conhecimento milenar nos últimos 16 anos.  Minha experiência com o Tarot é essencialmente prática, é claro que fiz um bom curso a muitos anos atrás, mas meus conhecimentos foram adquiridos em sua maior parte com as práticas que realizei, muitas delas nas várias ramificações do esoterismo que tive contato como: Ordem Rosa Cruz AMORC, Wicca, Alta Magia e Teosofia.

Ele carrega a fama de ser uma ferramenta de adivinhação e de leitura do futuro. Nada poderia ser mais superficial que isto!  O TAROT é muito mais que uma mera ferramenta de predição e respostas as questões cotidianas, ele  é em essência uma ferramenta de autoconhecimento e evolução. Como “efeito colateral” ao fazer um estudo profundo deste instrumento, desenvolve-se a “intuição”  e a partir daí, se consegue “adivinhar” ou “predizer” o futuro. Posso afirmar por experiência, que não é necessário uma hereditariedade ou dons especiais para conseguir lidar com o Tarot, apenas uma vontade determinada, sincera de aprender e se conhecer de uma maneira profunda.

O tarot me ajudou muito nas minhas questões e a perceber os vários potenciais que posso desenvolver para melhorar a minha vida, Mais tarde percebi que posso ajudar as pessoas com isto também. Este instrumento me ajuda com  o diagnóstico nas sessões, tanto de COACH, PNL, CONSTELAÇÃO FAMILIAR e HIPNOSE. Ele acessa o inconsciente do cliente de uma maneira muito mais rápida e indolor, assim o cliente não precisa se lembrar ou acessar lembranças dolorosas. Além disso tudo, o TARO  tem um poder de cura muito poderosos, que está sempre trabalhando em vários níveis por todos que se utilizam deste poderoso instrumento.

Venha conhecer!

ting camp-fire.

Deixe uma resposta